Arruda para tratamentos de contusões

A arruda tem o nome científico de Ruta graveolens e também pode ser conhecida popularmente como arruda fedorenta, arruda de jardins e ruta-de-cheiro-forte. Esta planta é comumente cultivada em jardins e vasos, apresentando uma estrutura arbustiva e flores de cheiro forte, tendo uma consistência lenhosa com ramificação desde a base.

Originária do Sul da Europa, ela é muito usada para tratamentos medicinais. Na antiguidade, esta planta era usada como antídoto para venenos e na atualidade segue oferecendo propriedades que ajudam a tratar males que acometem o corpo humano, que vão desde feridas até varizes. Acompanhe abaixo mais informações sobre os poderes medicinais dess planta:

Quais São os Poderes Medicinais da Arrudaarruda-medicinal

A arruda é usada há séculos no tratamento de contusões, feridas, esgotamento físico, varizes, no fortalecimento das veias capilares, hemorroidas, cotovelos, tornozelos e pés doloridos e para a rigidez nos pulsos e nas mãos. Esta planta também promove melhoras em sangramentos e trombose.

Para tratar as doenças ou ferimentos é necessário consumi-la internamente em forma de chá. Mas, as arrudas também pode ser diluída e usada com cuidado sobre a pele. Devido ao fato de ser composta por rutina, esta planta é costumeiramente usada na medicina alternativa para fortalecer os vasos capilares fracos.

Para diminuir e secar feridas, é necessário aplicá-la em forma de compressas. As dores de ouvido também podem ser tratadas com compressas de arruda. O óleo ou creme pode ser utilizado para tratar o reumatismo, dores nas costas e espasmos musculares. As folhas frescas também podem ser colocadas na testa para eliminar a dor de cabeça.arruda-tratamento

Contraindicações da Arruda

As arrudas devem ser utilizada em pequenas doses, visto que o uso de uma grande quantidade pode gerar a fotossensibilidade. Mulheres grávidas também não devem consumir o chá de arruda, pois esta planta é abortiva e pode causar problemas para a saúde da mãe, podendo inclusive levar a óbito. O uso medicinal da planta não é indicado para pessoas com problemas cardíacos ou renais.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *